Ilé-ọba Agodo Àṣẹ Nàgó'Kọ̀bì

O Ilé-ọba Agodo Àṣẹ Nàgó'Kọ̀bì


L
ocaliza-se na Av. Rouxinol, 146 – Tiradentes /Campo Grande MS.

Contato:  O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
 

CONHEÇA UM POUCO DE ROBERTO ṢÀNGÓ

Roberto de Ṣàngó iniciou, sua trajetória religiosa em 1991, aos 22 anos, no kardecismo através da Dona Clarinda e Dona Acirema.

Após esse período, em 1993, foi para o Omoloko, com a Dona Alzira, no Ilê Cacique Tartaruga, aonde iniciou o desenvolvimento com o Caboclo Ubirajara, porém, foi previsto que outro Caboclo deveria comandar o templo que estaria por fundar, e foi através do Cacique Pena Branca que o seu sacerdócio iniciou.
 
 
E com o passar dos anos o Bàbá Roberto foi buscar conhecimento e fundamentos no Candomblé Ketu, com a mãe Júlia de Iemanjá. Havendo neste período o primeiro contato com a cultura dos Orixás, sem que abandonasse a Umbanda.

Após alguns anos chegou ao Òrìṣàismo Afro-sul conhecendo a raiz Kanbínà, passando 13 anos nela, iniciado pela Mãe Iemanjá Bomi Omitolá, após esta trajetória em 2010 foi buscar os fundamentos da Kanbínà e os devidos assentamentos desta raiz entrando para a família Nagô Kóbi,  pelas mãos do Bàbá Erick Òòṣàálá, filho do Bàbá Agnaldo Xapanã (Porto Seguro), filho de Julia Xapanã, iniciada por Neuza de Yemojá.


Por conta de alguns ajustes e concertos o nome da casa, antes “Ilê Cacique Pena Branca”, passou a ser chamada “Ilé-ọba Agodo Àṣẹ Nàgó'Kọ̀bì
” (Palácio de Agodô, Axé Nagô Kóbi). Sem criar conflitos com a Umbanda o pai Cacique Pena Branca, houve uma grande restruturação religiosa e social no templo, o que exigiu que fosse renomeada a casa.